quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Colóquio/debate “O Património Ferroviário do Barreiro que futuro?”

No sentido de discutir com a comunidade, dando ideias e contributos para a preservação e uso do Património Ferroviário do Barreiro.

 O Movimento Cívico de Salvaguarda do Património Ferroviário do Barreiro, vai realizar um colóquio/debate sobre “O Património Ferroviário do Barreiro, que futuro?”, que terá lugar no dia 7 de Dezembro às 15,30 horas, no Espaço L, Antiga Estação do Lavradio, para qual convidamos todos os cidadãos interessados.
 
O colóquio/debate, contará com a participação de várias opiniões, entre as quais a de Rui Lopo Vereador CMB, Humberto Candeias, ABPMF, tendo sido também convidados, a Junta de Freguesia do Barreiro/ Lavradio, CP, Refer, etc.

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Postais com o Patrimonio Ferroviario do Barreiro

Integrado na campanha de fundos para a reabilitação da Antiga Estação do Lavradio "Espaço L"
O Movimento Civico de salvaguarda do Património Ferroviario, tem uma colecção de 8 postais com o patrimonio ferroviario do Barreiro, quem estiver interessado é favor contactar o movimento.
 
 

terça-feira, 8 de outubro de 2013

Património Ferroviário em Risco, o Caso do Complexo do Barreiro

Jorge Custódio | Professor de Arqueologia Industrial, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
 
O abandono do complexo ferroviário do Barreiro significa não proteger uma herança cultural oitocentista., desde sempre relevante na História e progresso do país.
A Comunicação Social portuguesa e estrangeira tem vindo a interessar-se, ultimamente, por alguns dos principais problemas da preservação, salvaguarda e conservação do Património dos caminhos-de-ferro portugueses.

O caso do abandono do complexo ferroviário do Barreiro veio a lume porque um grupo de cidadãos criou o Movimento Cívico para a Salvaguarda do Património Ferroviário naquela cidade. Este Movimento tem como objectivo principal sensibilizar e intervir na protecção da herança cultural ferroviária, ameaçada desde 1998, com o encerramento da Estação Fluvial oitocentista e cuja espiral de degradação e desinteresse público culmina na actual desocupação do bairro de 23 moradias operárias unifamiliares, datado de 1933-1935.

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Estação Aberta – Espaço L Antiga Estação do Lavradio “abre” portas a 21 Setembro!

CARTAZpProjecto “Espaço L” concluiu a primeira fase de recuperação da Antiga Estação Ferroviária do Lavradio como Espaço de Memórias da Cidade.
Vai realizar-se neste local no próximo dia 21 de Setembro a partir das 11,00 horas um conjunto de iniciativas destinadas a dar a conhecer o projecto “Espaço L” à Comunidade, nomeadamente, a Instalação e Apresentação das Associações, visita à antiga Estação do Lavradio em recuperação, Exposições sobre a Temática Ferroviária e um almoço convívio.
O almoço será aberto a quem quiser participar, dependendo de inscrição prévia, pelo e-mail: projectoespacol@gmail.com
O Projecto Espaço L
Valorização do património ferroviário enquanto memória do passado e ponte para o futuro!
O Movimento Cívico para Salvaguarda do Património Ferroviário no Barreiro, a Associação Barreiro Património Memória e Futuro e a Associação das Colectividades do Concelho do Barreiro estão a desenvolver o projecto espaço L. Este Projecto consiste na reabilitação da antiga Estação Ferroviária do Lavradio, um espaço com história e memória no contexto do vasto e riquíssimo património industrial, existente no concelho do Barreiro.
A antiga Estação do Lavradio encontrava-se encerrada desde a criação da nova estação, foi celebrado um protocolo com a REFER, proprietária do imóvel, que permitiu iniciar a execução deste projecto.
Queremos que este volte a ser um espaço vivo e aberto a todos os que se interessam pela preservação da memória colectiva e que entendam o património como lugar de reencontro da comunidade com a sua história e um motor de desenvolvimento no futuro.
Numa primeira fase o projecto espaço L visa a reabilitação do edifício e instalação das três associações. No futuro pretende-se a partilha do espaço com outras associações de cariz cultural. Esta fase teve início com uma acção de limpeza integrada no Dia B, promovida pela Câmara M. do Barreiro.
A fase seguinte consistirá na programação de actividades de carácter cultural, integradas no âmbito dos objectivos já referenciados.
Inscrições para o almoço, e-mail: projectoespacol@gmail.com até ao dia 19 de Setembro.
 
MCSPFB, ABPMF, ACCB, ACCE
Barreiro 16 de Setembro 2013

segunda-feira, 3 de junho de 2013

COMUNICADO Nº 3 “ A memória é émulo do tempo, mas o tempo joga contra a memória”


MOVIMENTO CÍVICO DE SALVAGUARDA DO PATRIMÓNIO FERROVIÁRIO DO BARREIRO

COMUNICADO Nº 3

 “ A memória é émulo do tempo, mas o tempo joga contra a memória”

1. O Património Arqueológico Industrial do Barreiro, incluindo o Património Ferroviário, pode ser devidamente preservado sem a sua classificação patrimonial?

Pode! Mas não será a mesma coisa para a fundamental e inestimável protecção legal, resultante da classificação como património nacional, de interesse público ou de interesse municipal e regional.

Em tempos de loucura neoliberal, em que as medidas de índole tecnocrática (e autocrática!), subvertem a visão humanista e as orientações para o desenvolvimento harmonioso no interesse local e nacional, a preservação da memória tem a dimensão patriótica que falta às políticas de retrocesso civilizacional e de empobrecimento do País.

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Linha do Sado com projecto de recuperação da estação do Lavradio

video

O dia B foi o Incio de uma grande jornada para preservar a antiga estação do Lavradio


Projecto Estação Lavradio, Preserva o Patrimonio Ferroviáro

O Movimento Cívico de Salvaguarda do Património Ferroviário do Barreiro (MCSPFB) desenvolveu contactos com a REFER no sentido de ser realizado um projecto de utilização do edifício de passageiros e cais coberto da estação do lavradio, que se encontra parcialmente inaproveitado e sujeito a vandalismo.

Posteriormente a associaram-se ao projecto a Associação Barreiro Património Memória e Futuro (ABPMF) e a Associação das Colectividades do Concelho do Barreiro (ACCB), as três entidades estão prestes a celebrar um protocolo de cedência com a REFER - PATRIMÓNIO que possibilitará a sua sediação e desenvolvimento de actividades culturais e/ou relacionadas com a preservação do património, dando vida a um espaço que parecia condenado à destruição.

Neste âmbito irá ser feito uma acção de limpeza e Pequena conservação, no DIA B, sábado 4 de Maio, Organizado pela Câmara Municipal do Barreiro, iniciando um período de colaboração que se pretende frutuoso na defesa do Património Ferroviário do Barreiro.

quarta-feira, 6 de março de 2013

CLASSIFICAÇÃO DO PATRIMÓNIO FERROVIÁRIO do BARREIRO

(comunicado n.º 2)

1- O MCSPFB foi criado em Maio de 2012 com o objectivo concreto de lutar pela preservação do importante património ferroviário do Barreiro: um conjunto de edifícios, equipamentos e material quase único em Portugal, intimamente ligado à história contemporânea da grande vila-cidade, industrial e operária, parte inalienável da memória colectiva de 150 anos de trabalho e progresso tecnológico socialmente relevante.